sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Nostalgia - Qual é o gosto da sua infância?

Minha infância tem gosto de geléia de mocotó, bolo brevidade e mingau de maizena com chocolate (que minha mãe chamava de danete).




Minha infância tem cheiro (e essa é definitivamente a sensação mais forte) de xixi de besouro-amarelo (que eu chamava de joaninha de chuchu).


Minha infância tem a aparência de gotas de lágrimas...


E de muitos insetos! Carunchos, tatus-bola, cupins (que eu chamava de aleluias), joaninhas e besouros verdes (que eu chamava de besouros-de-natal)!






E claro: de boizinhos de chuchu!


terça-feira, 8 de novembro de 2011

Sobre a ocupação da USP

Tenho discutido com muitas pessoas sobre essa questão. Muitas delas acham que "maconheiro deve apanhar mesmo". Para você que pensa como essas pessoas, ficam os argumentos:

1. A maconha dificilmente consegue deixar alguém tão doido e fazer tão mal para alguém quanto o álcool. No entanto o alcool é liberado e a maconha não.

2. Nem tudo o que é proibido, deve permanecer proibido, pois nem toda proibição é correta. A homossexualdiade, por exemplo, ainda é punida com morte em muitos países. São coisas diferentes, óbvio. Mas, esse é um ótimo exemplo de que a proibição não é algo necessariamente certo.

3. Não é à toa que as universidades não podem ter policiamento. É pra garantir a autonomia dos estudantes, que são uma parcela da sociedade que, teoricamente, deveria estar repensando essa própria sociedade.

Agora, é claro que:

1. A USP é um espaço público, e, por isso, sua ocupação é prejudicial para a sociedade.

2. A polícia tem o direito constituicional de preender os estudantes que forem pegos fumando maconha e tirar os manifestante a força de lá.

Mas essas são questões pragmáticas. A discussão tem que ir para além disso, para o ideologico. Por fim, você pode continuar achando que a maconha deve ser proibida e que os estudantes tem que ser reprimidos. Mas você tem que ter a consciência crítica da finalidade de manifestações como essas. Ainda que não concorde com elas.

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Que merda o último episódio de Morde e Assopra!

"OMG! Como fomos parar numa novela tão ruim, Kléber?"

Um dos piores últimos episódios de todos os tempos. A novela mais decepcionante da qual eu me lembro.

O problema dessa novela não foram os efeitos especiais (q não são hollywoodianos, mas tb naum são um cocô), e sim o roteiro, uma merda pior que Esperança e Três Irmãs.

Problemas sérios e óbvios do último capítulo:

1. WTF esse cara com o qual a Naomi havia fugido? Durante a novela inteira, ngm NUNCA havia falado q esse cara existia.

2. WTF esse centro da Terra tosco inventado aos 45 minutos do segundo tempo? Igual quando as Chiquititas encontraram as formigas dentro da árvore! Como Júlia, Abner e cia. saíram de lá? De elevador? Como os pais da Julia sabiam coisas sobre ela, investiam na pesquisa dela, estando lá embaixo? Como esses pais da Julia, inventados há apenas algumas semanas, viviam embaixo de uma cidadezinha que fica no cu do Judas, na qual ela foi parar por acaso?

3. WTF esse padre q não ficou com a Marisol Ribeiro? Teve um episódio q nem passou a Júlia (o q é outro problema), de tanto q fiou mostrando esse amor impossível entre eles. Isso tudo terminar assim?

4. Kd Naomi Robô? Kd Nívea Stelmann?

5. Q cu esse fim dos gays e supostos gays, só reforça estereótipos e preconceitos. Tema tratado como algo ridículo, sem nenhuma sensibilidade.

Tá na cara q o Walcyr Carrasco pensou semana passada num final pra novela, ao invés de planejar coisas coerentes desde o começo. E se esse cocô foi planejado desde o começo então, pior ainda!

Como pode o autor de Caras e Bocas e Alma Gêmea ser responsável por uma novela com roteiro tão ruim? Tão cheia de estereótipos, tramas sem pé nem cabeça, incoerências, falsas expectativas, saídas mirabolantes tiradas do sovaco?

Essa novela só teve duas coisas boas:

1. Os efeitos especiais. Não concorda comigo? Então é pq vc espera q a novela brasileira tenha o tempo e o dinheiro de Hollywood, o q é impossível, honey. Pro ritmo e pras condições de produção de uma novela, tá perfeito! E a iniciativa é admirável.

2. As tramas da Cássia Kiss (q atriz boa!) e do casal Marina Ruy Barbosa e Kléber Toledo.

É por isso q eu digo: o mundo precisa de entretenimentólogos. Há se eu fosse entretenimentólogo da Globo pra vetar essas cagadas do Walcyr Carrasco!

domingo, 18 de setembro de 2011

A negra me convenceu


A set list do show da Ri-ri em Belo Horizonte foi a mesma de São Paulo (A foto é do show de lá. Aqui a moça tava de top, shortinho e cabelo preso, mas até o gesto de pegar na bunda se repetiu). Aí vai o resumo básico do show:

INÍCIO CONTURBADO: O som estava péssimo nas três primeiras músicas. Mal dava pra entender o que estava sendo cantado. O som chegou a cair durante alguns segundos por duas vezes, na primeira música. Além disso, Ri-ri deixou transparecer logo de cara o que, pra mim, é sua maior limitação: ela não consegue ter pique suficiente pra segurar o gogó e performar a coreografia ao mesmo tempo. O resultado é que um terço de cada música fica sem ser cantadao deixando buracos a cada estrofe, enquanto Ri-ri tá cansada, suada, acabada demais pra conseguir cantar tudo. As músicas que tocaram nessa parte foram:

Only girl

Disturbia

Shut up and Drive


PROBLEMA CONTORNADO: Antes de começar a cantar Man Down, o problema técnico do som foi resolvido, e o que parecia ser falta de gogó, mostrou ser só problema das caixas de som mesmo, porque a partir de então, a voz da Ri-ri começou a ressonar com força no Mineirinho. As músicas que tocaram nessa fase do show foram:

Man Down

S&M - Me acabei nessa! rs

Let me - WTF? Essa música, do primeiro CD, foi single apenas no Japão! o_0

Hard - Surpresa boa! Foi uma das músicas mais bem executadas do show.

Breakin' Dishes - Me senti o único no Mineirinho que gostava dessa música. Mas sem problemas: me acabei tb! rs E ela tb foi mto bem executada.

The glamours Life - WTF[2]? Cover de Sheila E. WTF[3]?

Run this town/Live you life


PARTE ROMÂNTICA: Essa parte sim foi um show! A Ri-ri manda muito cantando baladinhas! A plateia amou e ficou um clima lindo com os namorados se baijando! Só faltou Take a bow...

Unfaithful - A maior surpresa da noite. Eu amei essa música sendo cantada ao vivo.

Hate that I love you

California King Bed - Toda a plateia cantando loucamente!


RETORNO DA ANIMAÇÃO: Sem o problema técnico do início, essa parte foi muito bacana!

What’s my name - A versão ao vivo é muito, muito legal!

Rude Boy

Cheers - Levantou a galera!

Don’t Stop the Music - Outra grande surpresa: essa música foi o ponto alto do show! Ri-ri desceu, interagiu com o público... Até fez cara de safada quando um fã passou-lhe a mão nos seios! Todo mundo pulando feito doido!

Love the Way You Lie (part II) - Que linda essa versão!

Umbrella


É isso. O show da Ri-ri valeu a pena! Eu tinha preconceito com ela mandando ao vivo, pelo pouco que já tinha visto na TV. Ainda acho que nas músicas animadas ela não vai muito bem... Mas ela arrasa nas baladas e tem muito carisma!

imagem: http://www.ospaparazzi.com.br/celebridades/rihanna-da-show-de-sensualidade-em-sao-paulo-5355.html

Rihanna: retrospectiva das músicas da mini-diva


Hj BH vai ao show da Ri-ri. Portanto, relembremos o q essa moça tem pra oferecer:


O INíCIO DA CARREIRA

Ri-ri, no começo, parecia um revival mais ou menos da Beyoncé.

If it’s lovin’ that you want - Único sucesso do primeiro álbum da cantora, “Music of the sun”, essa é uma música muito gostosa que lembra Beyoncé em seu início de carreira, no estilo “Baby boy”.

Pon de Replay - Bacana e desconhecida.

Let me - Muito bacana e desconhecida. Também lembra muito Beyoncé, no início da carreira.

SOS - Música do segundo CD, “A Girl like me”, que foi a responsável pelo grande lançamento da Rihanna pro grande público.

Unfaithful - Música chata que lembra um pouco “Irreplaceable”, da Beyoncé.

We ride - É ok. Clipe bonito, super Beyoncé, pra variar.

Break it off - Com Sean Paul. É mais ou menos.



GOOD GIRLS GONE BAD

Aqui a cantora atingiu o seu auge. Alcançando o posto de um dos álbuns de maior sucesso das últimas décadas, esse trabalho emplacou uma porrada de singles de sucesso!

Umbrella - Uma das melhores músicas ever. Todos conhece. Todos ama. A música da Ri-ri.

Shut up and drive - Linda, muito amor.

Don’t stop the music - Chata e grudenta pra caramba, lembra um pouco “I gotta feeling” do BEP.

Hate that I love you - Com Ne-Yo. Muito, muito fofa!

Take a bow - Linda, uma gracinha. Com a Lea Michele, então, perfeita. Single de relançamento do álbum.

If I never see your face again - Com Maroon 5. Bonitinha!

Disturbia - Legalzinha.

Rehab - Chata. Ruim.

Breakin’ dishes - Tirando Umbrella, é a música da Ri-ri mais legal. Eu amo. Quase não foi lançada...

Sell me candy - Excelente. Não foi lançada.



RATED R

Um cocô. Passei a odiar a Ri-ri profundamente nessa fase da vida dela. E nem é culpa de nenhuma música ruim específica, mas da ausência de música boa mesmo (há algum tempo fiquei pensando pq eu odiava esse CD, e pus a culpa em Rehab, do CD anterior, Love the way you lie e Live your life, q não são dela!).

Russian roulette - Legalzinha.

Hard - WTF? Nunca tinha escutado isso até agora há pouco. Mais até que é legal.

Rock star 101 - WTF? Nunca tinha escutado isso até agora há pouco [2]. Com Slash. É um cocô.

Rude boy - Ótima! Linda! Não sei o que faz nesse CD péssimo.

Te amo - Bonitinha. Só virou single pq começou a tocar do nada no Brasil.


LOUD
Lindo. Maturidade. Me reconquistou.

Only girl - Linda.

What’s my name? - Maravilhosa.

S&M - Perfeita.

California king bed - Uma gracinha.

Man Down - É ok.

Cheers - Com Avril Lavigne. É ok.

Raining Men - Com Nicki Minaj. Muito bacaninha.

Love the Way You Lie (part II) - Ótima versão.


FEATS
Bonus track.

Live your life (T.I.) - Cocô. Latino Feelings.

Run this town (Jay-Z) - Cocozão.

Love the way you lie (Eminem) - Cocô (Apesar de o refrão, q ela canta, ser lindo).



Who's that chick? (David Guetta) - Maravilhosa!



É isso. Vamos ao show.

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Pra mim, homens bonitos são Pokémon


Quando eu era pequeno, eu queria capturar um monte de Pokémon (ok, eu ainda quero).

Mas eu sempre soube que por mais que eu quisesse muito ter um Pikachu, ou um Charizard, essa vontade nunca se realizaria.

Mesmo assim, querer capturar os Pokémon era (e ainda é) muito bom! Eu só precisava (e ainda preciso), pra manter a saúde mental, saber que era (é) só uma vontade, algo imaginário e utópico.

Daí eu cresci, e agora parecem existir outros tipos de seres inacessíveis que eu também queria muito capturar, mas, de novo, eu sei que isso não vai acontecer.

Hoje, no almoço, vi passar pela minha frente um Mew, um Ho-oh, um Shaymin, um Herdier...

Mas nada: não tenho nem uma única pokébola capaz de pegar qualquer um deles.

domingo, 11 de setembro de 2011

As 15 melhores aberturas de novela

15. O beijo do vampiro (Globo, 2002)


14. As filhas da mãe (Globo, 2001)


13. O clone (Globo, 2001)


12. Celebridade (Globo, 2003)


11. Pé na jaca (Globo, 2006)


10. Um anjo caiu do céu (Globo, 2001)


9. Chiquititas (SBT, 1997)



8. Maria do Bairro (SBT, 1997)



7. A usurpadora (SBT, 1999)


6. A indomada (Globo, 1997)


5. Caminho das Índias (Globo, 2009)



4. A próxima vítima (Globo, 1995)


3. Cabocla (Globo, 2004)


2. Lalola (SBT, 2008)



1. Senhora do destino (Globo, 2004)

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Quando? Falácias do discurso religioso

Quando as pessoas vão entender q o Deus do antigo testamento não é o mesmo Deus do novo testamento?

Quando as pessoas vão parar de procurar loucamente por dois ou três versículos da Bíblia que condenam uma prática de forma indireta ou imprecisa?

Quando as pessoas vão enternder que uma condenação bíblica não é argumento pra nada numa sociedade democrática?

Quando as pessoas vão entender que a Bíblia foi feita e refeita por homens contaminados pelos valores da época e por interesses políticos?

Quando as pessoas vão parar de acreditar loucamente em tudo que o Papa ou o pastor falam e vão começar a ter um pouco de reflexividade?

domingo, 14 de agosto de 2011

Top coisas brochantes em homens

5. Bigodão


4. Pochete


3. Palito de dente na boca


2. Cigarro atrás da orelha


1. Pizza no suvaco



Top músicas gays enrustidas

5. True Colors (Cyndi Lauper)

Na música: "It's hard to take courage"
Significado: É difícil sair do armário

Na música: "But I see your true colors"
Significado: Mas eu sei que você é gay.

Na música: "So don't be afraid to let them show your true colors"
Significado: Saia do armário!

Na música: "True colors are beautiful, like a rainbow"
Significado: Arco-íris aqui se refere ao símbolo do movimento LGBT.



4. A filha (Armandinho)


Na música: "Mamãe às vezes reclama que eu não vou pra cama com alguém. Ela não sabe a filha que tem"
Significado: Ele não sabe que na verdade eu durmo com mulher.

Na música: "Eu nunca saio da linha. Só saio sozinha, não tenho ninguém"
Significado: Não posso levar mulher pra casa, e como também não levo homem, minha família acha que eu sou uma santa.

Na música: "Quando se sente o que sente, se for de diferente tem sempre um porquê"
Significado: Não tem problema ser lésbica.

Na música: "Mamãe às vezes reclama, mas essa semana eu vou ter que dizer"
Significado: Mãe, sua linda, eu sou lésbica! Drrrr!



3. Final feliz (Djavan e Jorge Vercilo)

Na música: "Chega de fingir, eu não tenho nada a esconder. Agora é pra valer, haja o que houver"
Significado: Vou sair do armário mesmo, tá?

Na música: "Eu tô nem aí, eu tô nem aqui pro que dizem. Eu quero é ser feliz"
Significado: Não tô nem aí se todos vão me discriminar por eu ser gay.

Na música: "Pode me abraçar sem medo. Pode encostar tua mão na minha"
Significado: Não precisa fingir que nós somos amigos héteros.

Na música: "Meu amor, não há mal nenhum gostar assim"
Significado: Não tem problema ser bee...

Na música: "Meu amor... Oh, meu bem..."
Significado: "Amor" e "bem" se referem de forma indireta a um homem.



2. Um anjo (KLB)

Na música: "Prazer sem julgamento"
Significado: Transar com um homem.

Na música: "E quando a dor me torna mais covarde, eu sinto a coragem pra ser o que sou"
Significado: Medo de sair do armário.

Na música: "Um anjo vem me beijar"
Significado: A palavra anjo se refere a um homem de forma não explícita.



1. Amar não é pecado (Luan Santana)

Na música: "Tive medo. Em segredo, guardei o sentimento e me sufoquei"
Significado: Fiquei no armário.

Na música: "Mas agora, é a hora, vou gritar pra todo mundo de uma vez"
Significado: Vou sair do armário.

Na música: "Eu tô contando tudo e não tô nem ligando pro que vão dizer"
Significado: Foda-se se o meu empresário e o meu relações públicas não querem que eu assuma.

"Amar não é pecado, e, se eu tiver errado, que se dane o mundo!"
Significado: Sou bee mesmo, e daí?

quinta-feira, 7 de julho de 2011

Manifesto entretenimentístico

Se tem uma coisa que me irrita na academia, em relação à Comunicação Social, é o fato de o entretenimento ser totalmente marginalizado.

Não tem ninguém, no mundo, estudando e aprendendo a fazer entretenimento na universidade. E que outra área deveria oferecer isso, além da Comunicação Social?

É um saco eu ser obrigado a fazer jornalismo, q eu detesto, só pq eu detesto ainda mais as outras 3 habilitações.

Eu quero ser pesquisador! Não tenho nada que ficar escrevendo textos imparciais e objetivos sobre "acontecimentos" fabricados!

E mesmo que eu quisesse trabalhar no mercado, queria escrever novela, desenvolver quadros de um programa de auditório, fazer as cruzadinhas do jornal diário, escrever um livro de piadas...

Posso?

quinta-feira, 30 de junho de 2011

Direito de resposta

Vi um vídeo no Youtube que me fez querer escrever uma resposta.

Não vou divulgar o vídeo pq não é do meu interesse. Este post é dirigido apenas pra quem já sabe do que eu tô falando.

........................................

Mascarado Polêmico,

Sua crítica sobre o gel lubrificante é válida.

Sua crítica sobre o ator também.

Você tem uma retórica muito boa, parabéns por isso.

Sua compreensão sobre a PL122 é totalmente equivocada. A proposta dela é punir violências verbais e discriminações como ñ aceitar gays em um estabelecimento comercial, e não negar o direito de achar a conduta homo-orientada errada e expor essa opinião.

É como falar: eu não acho certo pintar o cabelo: se Deus fez ele ficar branco, tem q ficar assim. Você tem o direito de falar isso, mas não de humilhar alguém verbalmente por pintar o cabelo, nem de expulsá-lo de um restaurante por esse mesmo motivo.

A única direferença é q, na nossa sociedade, pessoas q pintam o cabelo ñ tem a mesma necessidade de proteção que homossexuais.

Você, obviamente, é ignorante em relação ao q se relaciona à orientação sexual, tanto q usa a palavra "opção". Você acha que seus filhos virtuais podem escolher se serão gays ou héteros. Como se alguém em sã consciência fosse escolher ser gay, na nossa sociedade...

No outro vídeo, sobre o kit-anti-homofobia, você demonstra mais sua ignorância:

O kit não era pra crianças, mas pra adolescentes do ensino médio.

Aém disso, você acha que defender gay dá voto... em que país você mora?

E ainda tenta defender q ñ se deve defender os gays pq nunca se defendeu os negros. Péssimo argumento. Se tudo tá errado até hoje, o certo é repetir o erro?

Você argumenta q gay sofre menos preconceito q negro. Mas o Brasil é o país q mais mata homossexuais no mundo. Isso ñ quer dizer nada?

"Cartilha-hétero"? Já viu hétero sofrer preconceito?

Crítica ao nazismo? Perdão, mas seu discurso é bem neo-nazista...

quinta-feira, 2 de junho de 2011

Delphi + Power Rangers + Tic Tac

Seguindo essa vibe de sonhos, resolvi contar o mais engraçado que eu já tive em toda a minha vida!

Foi no ano de 2005, e eu estava cursando o terceiro módulo de Informática Industrial, no Cefet. Eu tinha aulas de Delphi, com o professor Gilmar Grossi. Para quem não sabe, Delphi é um compilador, ou seja, uma ferramenta usada para desenvolver softwares. O Delphi tem um objeto chamado Timer, que é um dispositivo que te permite agendar ações. Por exemplo: após a abertura de uma janela para edição de textos, você pode querer que de dez em dez minutos o programa pergunte ao usuário se ele deseja salvar o arquivo, lembrando-o de fazer isso com frequência. Esse componte, o Timer, fica numa aba chamada System.



Pois bem. Meu sonho começa quando eu estou comendo um biscoito recheado. No meu sonho era um Trakinas:
Mas o Trakinas não tem nenhum desenho de relógio na embalagem, e o biscoito do meu sonho tinha. Ele era mais ou menos assim:


Pesquisando na Internet, me lembrei da existência do biscoito recheado Tic Tac, que tem o desenho de um relógio na embalagem:
Provavelmente foi daí que eu tirei essa idéia, mas confundi a marca na hora de sonhar. Anyway, o importante é que, no meu sonho, do nada apareceu a Rita, de Power Rangers:


Pra quem não sabe, a Rita era uma vilã que fazia bonequinhos pequenos como esse:


Virarem monstros gigantes como esse:


Ela apontou o bastão dela pro meu biscoito recheado e gritou: "Creeeeeeeeesça!". E o reloginho da embalagem virou um montro enorme, mais ou menos com essa aparência:


Então o montro enorme começou a correr atrás de mim, jogando bombas de gás, assim como os monstros de Power Rangers faziam. Em determinado momento ele parou. Em seguida, ele olhou pra mim e disse, com uma voz grave e rouca: "Eu sou o componente Timer da aba System!". Aí eu acordei, rindo muito.

Enquanto pesquisava imagens pra fazer este post, eu descobri que os Power Ranger, na temporada Turbo, enfrentaram um relógio chamado Stain:


Encontrei também isso:


Fica como curiosidade do dia. 

O sonho mais bonito da minha vida!


Acabei de ter o sonho mais bonito da minha vida! Assim que acordei, liguei o computador e comecei a escrever sobre ele para não esquecer nenhum detalhe!

Sonhei que a Globo exibia uma cena de sexo entre Cauã Reymond e Rodrigo Hilbert! A cena era linda: os personagens dos dois eram amigos e assumidamente homo-orientados. Eles haviam tomado um porre e dormido dentro de uma igreja. Quando acordavam (e é aí que começa a cena), eles diziam algo como “Nossa! Precisamos ir trabalhar, cara...” Então o Cauã Reymond chamava o Rodrigo Hilbert para tomar um banho na casa dele. No caminho, os dois tinham que atravessar uma pequena lagoa a nado (eles moravam numa ilha de pescadores, ou algo do tipo). O Cauã tirava a camisa e ia na frente. Já o Rodrigo tirava toda a roupa antes de ir.

O Rodrigo chegava primeiro, e então havia uma cena de nu frontal! O Cauã chegava em seguida. Ao ver o Rodrigo nu, ele falava: “Velho, o que você tá fazendo? Você não pode ir pra minha casa desse jeito...” Daí o Rodrigo respondia: “Beleza, velho, eu fico aqui então até dar a hora de eu ir pro trabalho.” Então o Cauã (que trabalhava como chefe de cozinha em algum lugar) falava: “Cara, se eu não fosse ganhar seis mil pelo trabalho que vou fazer hoje, eu ficaria aqui com você”. O Rodrigo respondia “É... vai lá. Eu também preciso trabalhar. Vou ganhar uns dois mil hoje” (não sei qual era a profissão do Rodrigo). Então o Cauã, que havia começado a ir embora, voltava e dizia: “Ah, quer saber de uma coisa? Seis mil não são mais que dois mil!” (Sei que essa frase é meio “WTF?”, mas foi o q ele disse), e então o Cauã caia de boca no pênis do Rodrigo!

Não foi com uma estética de filme pornô, mas de novela mesmo, porque no exato momento em que o Cauã, de olhos fechados, enfia o pênis do Rodrigo na boca, o plano era cortado e entrava um close do rosto do Rodrigo, sem exibir nenhum segundo do sexo oral propriamente dito. Daí os dois caiam na água de novo, e nadavam juntos, nus. Era lindo! Eles faziam sexo oral alternadamente um no outro enquanto nadavam próximos à superfície, e a câmera tomava a cena ora de cima, ora de dentro d’água. Ficou super Lagoa Azul, bastante poético e pouquíssimo pornográfico, porque não dava pra ver com nitidez o corpo deles, só os contornos, embaçados pela água.

No sonho, tudo o que eu conseguia pensar depois que a cena acabou era twittar meus parabéns à Globo! LOL! Quem sabe um dia a gente não chega lá? Para isso, além de muito avanço em relação às questões LGBT, é claro, precisaríamos diminuir consideravelmente nosso nível de puritanismo, afinal a cena mostrava um nu frontal, um explícito início de sexo oral e cenas de sexo oral embaçadas pela água.

Mas que foi a cena de novela mais bonita que eu já assisti na vida, foi! Pra quem quiser sentir a vibe da cena:


quarta-feira, 11 de maio de 2011

PLC 122: você já leu o texto da proposta?

PROJETO DE LEI DA CÂMARA Nº 122, de 2006

Altera a Lei nº 7.716, de 5 de janeiro de 1989, e o § 3º do art. 140 do Decreto-Lei nº 2.848, de 7 de dezembro de 1940 – Código Penal, para punir a discriminação ou preconceito de origem, condição de pessoa idosa ou com deficiência, gênero, sexo, orientação sexual ou identidade de gênero, e dá outras providências.

O CONGRESSO NACIONAL decreta:

Art. 1º A ementa da Lei nº 7.716, de 5 de janeiro de 1989, passa a vigorar com a seguinte redação:

“Define os crimes resultantes de discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião, origem, condição de pessoa idosa ou com deficiência, gênero, sexo, orientação sexual ou identidade de gênero.” (NR)

Art. 2º A Lei nº 7.716, de 5 de janeiro de 1989, passa a vigorar com as seguintes alterações:

“Art. 1º Serão punidos, na forma desta Lei, os crimes resultantes de discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião, origem, condição de pessoa idosa ou com deficiência, gênero, sexo, orientação sexual ou identidade de gênero.” (NR)

“Art. 8º Impedir o acesso ou recusar atendimento em restaurantes, bares ou locais semelhantes abertos ao público.
Pena: reclusão de um a três anos.
Parágrafo único: Incide nas mesmas penas aquele que impedir ou restringir a expressão e a manifestação de afetividade em locais públicos ou privados abertos ao público de pessoas com as características previstas no art. 1º desta Lei, sendo estas expressões e manifestações permitida às demais pessoas.” (NR)

“Art. 20. Praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião, origem, condição de pessoa idosa ou com deficiência, gênero, sexo, orientação sexual ou identidade de gênero.
Pena: reclusão de um a três anos e multa.” (NR)

EMENDA MARTA - VAI A VOTO NA CDH

SUBEMENDA Nº – CDH

(à Emenda nº 1 ­– CAS)

Inclui-se ao art. 20 da Lei nº 7.716, de 5 de janeiro de 1989, nos termos do art. 2º do Projeto de Lei da Câmara nº 122, de 2006, o § 5º, com a seguinte redação:

“Art. 20.
§ 5º O disposto no caput deste artigo não se aplica à manifestação pacífica de pensamento decorrente de atos de fé, fundada na liberdade de consciência e de crença de que trata o inciso VI do art. 5º da Constituição Federal.” (NR)

quarta-feira, 13 de abril de 2011

Glee arasa quarteirão, mundo!


Hoje revi o episódio “Furt”, de Glee. Como sempre, chorei metade da água do meu corpo. Essa serie é coisa mais linda de Deus, gente!

Então resolvi preparar uma lista dos episódios mais imperdíveis! Se você ainda não assiste à série, baixe estes, pelo menos, e veja. Você não vai se arrepender. Sério.

2.06 – Never Been Kissed: Descoberta do porquê de Karofsky atormentar Kurt.

2.08 – Furt: A perseguição de Karofsky a Kurt.

1.04 – Preggers: Cena impagável de dança no jogo de futebol americano.

2.16 – Original Song: O beijo mais esperado da série!

1.06 – Vitamin D: Performances hilárias do pessoal cantando doidão.

2.02 – Britney/Brittany: Brittany arrasando!

1.22 – Journey: O nascimento do bebê de Quinn.

2.15 – Sexy: Santana descobrindo seus sentimentos.

1.09 – Wheels: a entrada da irmã de Sue e de Becky.

2.14 – Blame It on the Alcohol: Mais uma performance perfeita de Brittany.

1.20 – Theatricality: Rachel descobre a verdade sobre sua origem.


Sério, gente. Essa série é genial. Vai entrar pra história. Nunca vi um show de valores democráticos associdados a tanto drama e humor!

segunda-feira, 11 de abril de 2011

Encantado com esse cordel

Um primeiro capítulo impecável. Épico, cômico e dramático. Tudo ao mesmo tempo. Elenco de primeira. Fotografia de cair o queixo. Roteiro brilhante. Texto impecável. Cordel Encantado mostrou que veio para fazer história e dividir águas na teledramaturgia brasileira.

As autoras, Thelma Guedes e Duca Rachid, não surpreendem. Já sabíamos que elas eram geniais. Com um enredo policial, Cama de Gato, a última novela da dupla, conseguiu dar vida nova às novelas das seis, um horário que vinha entrando em decadência desde que Walcyr Carrasco havia migrado para as sete.

A linguagem poética e semi-artística das microsséries já vinha sendo apontada há tempos como um dos expoentes de qualidade na produção da Rede Globo. Pois Cordel Encantado, além de levar essa linguagem para as telenovelas pela primeira vez, ainda conseguiu melhorá-la.

Todos se admiraram e se emocionaram com Hoje é Dia de Maria e Capitu, os dois maiores sucessos do gênero, mas grande parte do público achava o texto pesado, difícil de entender. Pois Thelma e Duca fizeram um mix desse gênero, com um outro que tem sido outro expoente da produção cultural brasileira, mas no cinema: os filmes de Guel Arraes: Lisbela e o Prisioneiro, Caramuru, O Auto da Compadecida.

A linguagem leve e acessível dessas brilhantes obras (que conseguem geram uma aura ao mesmo tempo de época e de atemporalidade, e um regionalismo com o qual todos se identificam) foi misturada ao universo poético das microsséries, gerando um resultado fantástico. Das comédias de Guel Arraes poderiam também ter nascido Úrsula e Nicolau, dois dos mais fantásticos personagens da trama.

Da linguagem do cinema veio também a fotografia emocionante que fez os efeitos especiais se tornarem meros coadjuvantes, ficando, então, no lugar que lhes cabe.

Outro personagem que merece destaque é Miguézim. Nachtergaele arrasando como sempre.

domingo, 10 de abril de 2011

Alguns tabus sexuais

Por que a masturbação mútua é uma prática sexual tão pouco explorada?

A maioria das pessoas acha q sexo é pinto na buceta, pinto no cu, pinto na boca, buceta na boca. Fim. Gente, ninguém tem mão aí não? Ninguém se masturba? Ou vocês se chupam e comem seus próprios cus? Se fazem isso, parabéns, vocês são super elásticos. Se não, devem saber que usar as mãos é uma ótima fonte de prazer sexual. Logo, dar uma mãozinha pro seu parceiro também pode ser muito bom! O mesmo vale pro sarro! A maioria das pessoas gosta de se masturbar se esfregando contra uma almofada, ou coisa do tipo, mas não faz isso com o parceiro. Gente, a diferença da masturbação pro sexo, é que no primeiro você gostaria de ter alguém pra brincar com você, mas infelizmente não tem. Uma vez que você achou um coleguinha, tá valendo tudo, desde que vocês se sintam bem. O que mais importa no sexo, é que você tem ali alguém pra te excitar, te acariciar, o que é muito melhor que imaginar isso! Logo, o mesmo que você faz sozinho, pode fazer acompanhado, e vai ser muito melhor!


Por que quando dois homens vão transar, sempre tem que haver penetração?

Sexo anal dói. Às vezes a dor é pequena, super suportável. Nesses casos o prazer vale a pena. Mas pra isso tem que usar lubrificante e estar com tesão. Tem tanto cara que dá de pinto mole! Aff... assim é pedir pra sofrer, é quase ser violentado! Se não tá afim, apenas não faça sexo anal. Ninguém é obrigado a dar o cu, e tem outras formas de se divertir!


Por que quando as pessoas fazem sexo oral em homens, querem engolir o pinto todo?

Cara, fico admirado com gente que consegue pôr um pinto inteiro na boca. E num tô falando de um pinto pequeno, de 12cm não. Tô falando de 20cm+! Como é que pode? Nunca tentei, afinal sou héteros [sic], mas imagino que deva dar vontade de vomitar! Uma coisa imensa entrando abaixo e saindo goela acima, aff! Até entendo que algumas pessoas não sintam ânsia de vômito, nem qualquer incômodo em fazer isso. Nesses casos, ótimo! Engula tudo mesmo! Afinal, deve ser ótimo ter seu pinto inteirinho dentro da boca de alguém. Mas se você não é esse tipo de pessoa, nem tente! Não vale a pena sofrer pra fazer sexo, é pra ser algo prazeroso.


Por que a maioria dos héteros acha que enfiar o dedo no cu = ser gay?

O cu é uma das áreas mais sensíveis do corpo. O “fio terra” é uma ótima fonte de excitação na hora do sexo e da masturbação. Mas tem homem que não entende que ser gay = transar com homem, e não = sentir prazer pelo cu. Se uma mulher enfia o dedo no seu cu ou se você mesmo faz isso, colega, você não é gay, apenas sabe o que é bom. Mulheres, tem isso em casa também! E queridos(as), lembrem-se de experimentar também o beijo grego. Fikdik.


Por que a pornografia não serve pra brincadeiras coletivas?

Quem não se masturba vendo filmes ou fotos pornô? É ótimo, você vê o objeto imaginário do seu desejo e se sente excitado. Mas quando as pessoas tão transando não gostam que o outro veja pornografia, pq pensam: “eu não sou bonito(a) o suficiente pra excitá-lo(a)”. Querido(a), talvez você seja, mas uma ajudinha a mais não faz mal. Tb há uma grande possibilidade de vc de fato não ser, mas isso é normal! Não quer dizer que a pessoa, uma vez excitada, não irá gostar de brincar com vc. Não precisa ter ciúme de alguém q tá lá na foto/vídeo, à qual seu companheiro ñ tem acesso. Permitam-se! Vai ser bom pra ambos!

O mundo é o lugar mais injusto do planeta: notícias que você não quer ler!

Estudo revela o que acontece com gente feia

Se você não é bonito, você não vai pegar ninguém interessante. O máximo que você vai conseguir é alguém tão feio quanto você, que não te interessa em nada. Tem quem odeie essa comparação, mas foda-se, porque eu gosto: quando você é feio, é como se você fosse uma pessoa passando fome, sem poder comer nada. E o pior é que um monte de filé mignon passa na sua frente o tempo todo, só pra te torturar. É como se você fosse muito pobre, mas seu dinheiro só desse pra comprar pelancas. Mas você não quer pelancas, você gosta é de filé! Foda-se, você não vai comer filé nunca.

Pesquisadores alemães divulgam dados sobre a vida das pessoas pobres

Se você não tem grana, nunca vai conhecer Paris, Londres, nem qualquer outro lugar legal. Se bobear, nem sequer o Rio de Janeiro você vai poder conhecer. Você vai ter que andar de ônibus a sua vida toda, o que vai te impedir de ir a um monte de festas, e vai fazer você perder um tempão e ficar com muita raiva. Você não vai ter acesso a um monte de coisas legais, como boates, shows, TV a cabo, e se bobear até Internet. Vão acontecer coisas absurdas como você, às vezes, como não ter nem um centavo pra comprar comida.

Doenças: saiba tudo o que certamente ainda vai acontecer com você ou com alguém que você ama

Se você não tem saúde, sua vida vai ser uma merda. Você vai sentir dor o tempo todo, vai vomitar e ficar de caganeira o tempo todo, sangrar, feder. Vai ter que parar de comer um tanto de coisa que você gosta, e deixar de fazer um monte de coisas também. Vai viver no hospital, tendo que fazer um monte de procedimentos invasivos.

Vida perfeitinha: colírios contam como é ter família e amigos que os amam!

Se você não tem bons amigos e uma família que te apoie, ou você vai ser deprimido, ou não vai conseguir ter os referencias necessários para construir sem caráter, ou vai ser antissocial. Se você for deprimido, vai chorar o tempo todo e tentar se matar. Se você não conseguir boas referências pra montar seu caráter, você vai roubar, vai ficar viciado em drogas ou em apostas, mentir... (sem sequer notar que tudo isso é errado, ou notando que é errado, mas sem conseguir parar de fazer). Se você é antissocial, ninguém vai te ajudar em nada, o que vai tornar toda sua vida mais difícil, e quando alguém tentar te ajudar, você não vai querer aceitar.

Você é burro? A onda do momento é se fuder!

Se você não é inteligente, você vai se esforçar pra conseguir entender o que o professor ensina, mas nada vai entrar na sua cabeça. Ele vai achar que você é preguiçoso. Você vai ter que repetir um monte de disciplinas. Todos vão zuar você. Você vai ter dificuldade pra arrumar emprego. Você vai ser demitido facilmente.

O que acontece quando uma amiga da sua família está no hospital em estado grave?

Hoje fiquei sabendo que uma amiga de família está entubada, no hospital, por que teve um ataque do coração, e vai precisar fazer uma cirurgia. Ela já estava se preparando pra outra cirurgia, mais séria ainda: ovos de solitária na cabeça. Essa pessoa sempre teve uma saúde muito debilitada: tem problemas psiquiátricos e não pode ter filhos, por ter um problema no útero.

Agora eu te pergunto: o que ela fez pra merecer tudo isso, porra?

Sério. O fato de a realidade da vida cotidiana ser objetiva é uma merda. Se você não for rico, ou bonito, ou saudável, ou inteligente, ou não tiver bons amigos/família, você só se ferra. Um monte de portas se fecha pra você, e não há nada que você possa fazer contra isso.

Daí você fica tão puto que escreve um post imenso pro seu blog inútil.

Eike Batista tem mais dinheiro que um terço da população global junta!

Tantas pessoas próximas de mim tem tudo! São ricos, bonitos, tem saúde, família, amigos e são inteligentes! O que diabos elas fizeram pra merecer isso? NADA. A vida não é mérito. É sorte. Sorte de nascer como se é. Sorte de conseguir uma oportunidade que mude a sua vida. Se você for esforçado, as oportunidades podem até ocorrer menos dificilmente, mas nada é garantido.

Daí eu escuto que Eike Batista está três bilhões de dólares mais rico em um ano. Como pode isso, meu Deus? No mesmo mundo em que dois bilhões de pessoas passam o dia todo com menos de 200 calorias?

Por isso eu fico cada vez mais com preguiça de acordar, o mundo subjetivo dos meus sonhos é tão melhor! Queria estar acordado e acordar de novo, em um mundo diferente.

Poesias cretinamente minhas

Nunca gostei de fazer poesias, mas neste fds fui tomado por uma força incontrolável... Todas as poesias abaixo, neste post, foram compostas por mim, Vanrochris Vieira.


Viva!

Eu vivo.
Vivo.
Morto.
Vivo.
Morto vivo.


Suspiro
Ah, se eu fosse coitado!
Queria ser um pobre coitado!
Pobre eu já sou...
Só falta ser coitado.

Ah, seu eu fosse fodido!
Queria ser um viado fodido!
Falta achar um outro cervo...
Um para o qual eu sirva.


Quero
Quero um carro.
Quero uns amassos.
Quero uns amassos no carro.
Quero grana.
Quero romance.
Quero um romance que engrene.


O s que sobra e o S que falta
Homens
Oh, men!
Tessão
exo


Sinto Muito
 Pinto...
  Sinto
   Vindo!
    Minto...
     Muito.
      Coito...
       Doido!


Matemática
1 + 1 = 2
52 = 1
52 + 52 = 2
104 = 2

Afonso Pena, lá vou eu!

Obs: 52kg era o meu peso quando escrevi essa poesia. 104 é um ônibus que sobe a Avenida Afonso Pena.


Varão ungido

   – Deus, Eva e Adão no Paraíso.
  – Deus é viadão? Quem tá nu? Para isso o quê?
 – Deus é viado não! Para com isso!
– Desce a vara, então! Não para! Isso!


A mazela de cada um
Ser feio é feio.
Ser feio dói.
Ser pobre é pobre.
Ser pobre sucks.

Sendo feio, ninguém me sucks.
Sendo pobre, nowhere says me “hi”.


Aff
Afeto é o que me falta.


Infância em MG
(Mãe, chegando na casa da Tiana, encontra Érica na porta.)
Proncetaíno?
Na Vó! O Guim falô quela fez brevidade.
Uai, mais ela tava pra casa da Tchá Didi... Isso é mintira dele, né não?
Asveiz não... Óia o chero bão que tá vino de lá!
Uai, intão peraí queu vô lá tamém.
Cêis num pricisa i lá, não! Ela já invém trazê aqui procêis.
(Todos comemoram. Eu quieto, num canto, desenhando.)
Van, para quesse imbondo, ca sua vó já invém.
(Eu continuo a desenhar.)


Infância em MG [2]
Cheiro de joaninha de chuchu.
Boizinho de chuchu.
Brevidade.
Power Rangers.
Boquete no primo.


Infância em MG [3]
Mês?
Setembro!
Mês?
Março!
Mês?
Abril!

O que é que você quer da vida?
Uma casa!
Da Xuxa ou da Angélica?

quinta-feira, 31 de março de 2011

Sobre o uso da Bíblia para justificar a homofobia


Um dos principais valores da Bíblia é a tolerância, valor que tem sido extremamente distorcido.

A Bíblia não tem nenhum livro, nenhum capítulo, e nem sequer um único versículo condenando explicitamente a homossexualidade.

O que existe é a condenação, no AT, de algumas práticas sexuais homoafetivas da época.

Até pq a homossexualidade, como comportamento social q conhecemos hj, só surgiu no século XIX.

E muitas coisas do AT foram postas em terra no NT. Jesus manda amar ao próximo e não julgá-lo, apenas isso.

A homossexualidade, como conhecemos hj, adequa o comportamento afetivo a mtos valores cristãos.

Hj, o homossexual deve ser fiel, amar o companheiro, ter um único companheiro, e construir sua vida com ele.

Ñ havia essa perspectiva na época à qual a bíblia se refere, portanto se pode afirmar q a biblia ñ emite julgamento sobre isso.

Além disso, vivemos num estado laico, os argumentos de nossos representantes devem se basear na Constituição e não na Bílbia!

Fikdik Marco Feliciano.